Pages

7 de agosto de 2011

Vestido pela internet - CUIDADO

Ótima matéria do Jornal Hoje, da Rede Globo, deste sábado sobre compra de vestido de noiva pela internet. Vale a pena ler e tomar cuidado. E na boa, acho que só compraria meu vestido de noiva pela rede se fosse para usá-lo durante o Trash the Dress (sessão de fotos em que os noivos podem sujar as roupas, sem dó). Caso contrário, acompanhei certinho na loja o processo. É muito arriscado.



Preços mais baixos atraem noivas para compra de vestidos em sites

Sites do exterior oferecem modelos sofisticados com preços mais baratos. Noivas devem tomar cuidado antes de escolher a loja virtual para não correr riscos de atraso na entrega. Os vestidos de noiva vendidos pela internet são uma tentação perigosa. Eles são muito mais baratos do que os modelos vendidos no Brasil. Só que nem sempre chegam às consumidoras.

Os vestidos são lindos e tem todo tipo de modelos. Alguns saem por menos de R$ 400. Para comprar, basta a noiva escolher as medidas e a promessa é que o vestido vai chegar bem antes do casamento. É literalmente um negócio da China.

Parecia o casamento perfeito quando a empresária Aline Castilho, viu um modelo. “Prometeram, mas não entregaram. Estava muito em conta: foram R$ 360”. Aline falou com o vendedor, com o fornecedor. Não adiantou e 20 dias antes do casamento teve de correr atrás de outro vestido. “Tive que alugar, gastei dinheiro, gastei tempo”.

Os fabricantes e comerciantes têm dificuldade para competir com este mercado. Numa loja, em São Paulo, para alugar, o vestido mais em conta a cliente vai gastar R$ 1.800. Se quiser o mais caro, mais sofisticado, vai pagar só pelo aluguel R$ 12 mil e se for comprar a noiva vai pagar R$ 20 mil. “Olha desde o espaço físico, custo com funcionários, os impostos isso onera bastante o custo final da roupa”, explica a estilista Rose Yeska.

Quem compra pela internet, num site do exterior, tem que assumir todo tipo de risco. “A constituição não vai dar garantia pela legislação Brasil, não vai se aplicar o Código de Defesa do Consumidor. Então ela realmente tem que avaliar esse custo porque se tiver problemas ela não vai ter como reclamar no Brasil”, avisa a advogada especialista em direito do consumidor, Polyanna Silva. Segundo ela, é bom pesquisar e ver se a loja virtual tem telefone de contato e ligue para confirmar. Também é essencial verificar se tem política de troca e consultar na internet se há reclamações.

A Aline casou sem o vestido chinês, mas pelo menos conseguiu o dinheiro de volta. “Depois do casamento na lua de mel até eu mostrei pro meu marido o vestido que eu teria comprado pela internet, e graças a Deus ele gostou mais do que eu comprei aqui, aliás, aluguei no Brasil, mas no final das contas, foi uma história feliz”.











Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Mayana & Jeomar disse...

Sabe que eu não tenho essa coragem não viu? tenho que ver, tocar,, provar como fica em meu corpo e tal... Uma ótima matéria!

Beijos :)

Géssica (Kinha) disse...

Depende muito flor..
Nao tenho coragem de comprar pelo Mercado Livre, mas tem outras redes sociais que podemos conferir a credibilidade da loja conversando com noivas qe ja compraram...
Enfim.. Beijo

Lynnyx - Casamento e Etc disse...

Também acho super arriscado, principalmente pra quem compra em sites como o E-Bay, o preço é tentador.

=*

Deborah Stead disse...

Pessoal tem o lado positivo sim claro!!!!! Vejam as fotos do meu vestido! BY Noiva Importada http://www.facebook.com/media/set/?set=a.330818003697845.77803.250388575074122&type=1 Qualquer coisa me mandem um email e conversamos deborah.stead@noivaimportada.com.br

Postar um comentário

Obrigada por comentar!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...